22/12/2015

Esse não é por você


Nunca saberei o que teria acontecido se eu tivesse parado naquele café. Era de manhã, estava frio, o típico tempo que sei que você ama. Será que sei muito sobre você? Creio que não. Sei até onde você deixou, sei de algumas mágoas do passado, seu chocolate favorito, que não gosta de pizza e por incrível que pareça, que você ama séries, ponto pra nós. Isso entre tantas outras coisas, pequenas, mas que sempre adorei lembrar. Só que cheguei ao ponto em que parece que eu não sei mais nada. Afinal, quem é que realmente sabe? As pessoas acham que se conhecem, perdem tempo apontando verdades artificiais uma para as outras, enquanto eu só tô aqui tentando me entender, e vez ou outra, tento saber sobre você. Por falar nisso, voltando no assunto, que saco não poder saber como seria se eu te encontrasse naquele dia. Será que ao invés de estar aqui escrevendo meus lamentos, eu estaria ao seu lado? 

Odeio isso. Odeio não saber e às vezes odeio você por não ter me mandado um único A ou me ligado. Que saco, sei que é mentira, não te odeio não. Odeio mesmo é o fato de não ter parado pra te falar o quanto queria estar perto, o quanto eu sempre quis ficar do seu lado. Te ver adormecer e acordar mais vezes, ter conseguido te abraçar em mais comemorações e em mais momentos ruins e ter te mandado te amo mais uma vez antes de dormir. Mas nós sabemos que não é assim, não é? A gente acha que é o fim do mundo, mas no final depois de um tempo tudo fica certo. Fica sim, eu sei, ou pelo menos parece que é o mais confortável de se pensar. A vida é cheia de momentos e escolhas, e cara, é fato, se você não se arriscar, tem chances de passar o resto da vida se questionando sobre o que poderia ter acontecido e olha, saber disso não muda absolutamente nada. Todo mundo sabe disso, eu sei bem disso, e olha como estou. Só, me questionando nesse café, pelo menos tenho isso, café. Quem sabe, um dia eu olhe melhor para trás e tire algo bom desse meu arrependimento ainda não oficial, porque é como ouvi uma vez, saudade faz tudo parecer mais bonito. Espero que seja isso, mas no final, talvez nada disso se trate de você.

3 comentários: