16/10/2014

Eu li: Um Sorriso ou Dois por Frederico Elboni


Sinopse: Para Frederico Elboni, não existe certo ou errado quando os sentimentos estão em pauta. O que importa é encontrar harmonia e equilíbrio entre quem somos e o que fazemos; entre nossas ações e nossa perspectiva diante da vida. E, consciente de que mulheres trazem na bagagem alguns conflitos internos em relação ao mundo e aos homens - e haja conflito! -, esse jovem autor se dirige a elas: mulheres apaixonadas, decepcionadas, ingênuas, destemidas... Todas ansiosas por palavras que as façam abrir em seu rosto um lindo e incessante sorriso. Ou dois.


Acompanho há bastante tempo o blog “Entenda os homens”,  criado pelo Frederico Elboni, então preciso confessar que a minha ansiedade para ler esse livro estava enorme, e não poderia ser diferente, já que admiro muito o jeito do Fred de escrever. O livro traz contos e crônicas que envolvem diversos assuntos como por exemplo o amor, comportamento, a vida e relacionamentos.

O que faz o livro ser tão prazeroso de ser lido? É justamente a forma como o escritor aborda temas tranquilos, intensos e também as vezes pesados, de uma forma leve. Ele se aproxima do leitor de forma incomum e em certos textos você sente como se estivesse em uma conversa. É uma leitura tranquila e obviamente ao chegar no final do livro, terão aqueles textos que você chegará a conclusão de que não gostou tanto assim, mas também aqueles que você seria capaz de ler muitas vezes mais. A simplicidade exposta no livro e o jeito que as palavras são colocadas, fazem com que realmente sorrisos sejam tirados de nós.

É importante destacar que o livro não te dará dicas e nem te mostrará regras, particularmente acho que é um erro enxergá-lo dessa forma. Lembre-se que ler traz não só o prazer de termos momentos só nossos de paz enquanto viajamos com as palavras, mas também temos a oportunidade de enxergarmos assuntos variados com outros pontos de vista. O livro é de uma simplicidade tão incrível que não tem como explicar. Vale a pena ler!


Por fim, fica aqui um trecho de um dos meus textos favoritos do livro, chama-se “Um Simples Gostar”:

“ Emoções são boas, loucuras também, mas, hoje, estendo meu direito de querer ser simples. Não quero muita coisa, não. Conforto no olhar e compreensão no sorriso já bastam. Só quero calmaria, trilhar um caminho fresco e sonhar enquanto passeamos nas veredas da vida.”

Nenhum comentário:

Postar um comentário